Recentes

Post Top Ad

Your Ad Spot

quarta-feira, 9 de outubro de 2019

Jeová Campos lamenta falecimento de padre Raymundo e o homenageia com discurso na tribuna da ALPB


O deputado estadual Jeová Campos (PSB) usou a tribuna na manhã desta terça-feira (08) para fazer uma homenagem ao padre Raymundo Honório Rolim, primo do fundador de Cajazeiras - o padre Inácio Rolim, decano da Diocese de Cajazeiras e, que faleceu no último sábado (06), aos 88 anos. Mesmo não se sentindo bem, febril também, Jeová compareceu à Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) para registrar solidariedade a Cajazeiras, à diocese, bem como aos cristãos e como ele mesmo disse: às pessoas que tem o coração de bondade. Em sua fala, o parlamentar destacou a trajetória de um padre e ser humano de comportamento simples e de grande bondade. 


“Descente de padre Rolim, o padre Raymundo faleceu no sábado e, sem dúvida alguma, a passagem dele abre uma lacuna profunda na diocese de Cajazeiras pelo que ele representa para o sertão, um homem simples, um franciscano, cheio de sentimento de nobreza e de cuidado com o outro. Durante seus mais de 80 anos fez do sacerdócio a afirmação da beleza de sua vida. Padre Raymundo foi ordenado 1959 na que hoje é a Catedral de Nossa Senhora de Fátima, foi professor orientador, diretor do antigo colégio padre Rolim, pároco da Nossa Senhora de Fatima, diversas vezes pregador em várias cidades sertanejas”, disse Jeová Campos. 


Nascido na zona rural de Cajazeiras, Padre Raymundo Honório era primo do Padre Rolim (fundador de Cajazeiras). Ele era o último descendente vivo mais próximo da família fundadora da cidade. O deputado continuou dizendo que ano que vem o falecido padre receberia uma homenagem da ALPB. “Na verdade, nosso querido padre quando ele se despediu do sacerdócio em 2007, deixou imensa saudade. Esta casa haveria de fazer uma concessão ao padre da Medalha Padre Rolim ano que vem e ele ainda vai receber, mesmo que em memória”, comentou Jeová, acrescentando que o padre Raymundo, seguiu o caminho do primo, o padre Inácio Rolim, um caminho de muita generosidade e cuidado para quem mais precisa. “Por isso vim hoje aqui, mesmo febril, deixar registrada a homenagem da Casa para o padre”, disse Jeová. 


Emancipação de São João do Rio do Peixe 


Também da tribuna, Jeová transmitiu seus parabéns à população de São João do Rio do Peixe, que comemora, neste dia 08 de outubro, 138 anos de emancipação política do município. Em seu pronunciamento, Jeová, frisou a influência de são-joanenses na implantação da Universidade Federal de Campina Grande. “Hoje é uma data muito especial que eu gostaria de transmitir meus parabéns a São João do Rio do Peixe pelos seus 138 anos de emancipação política. A terra de todos os Marizes, esses que foram, sem dúvida, referência na implantação da Universidade Federal de Campina Grande, que fez uma verdadeira revolução nos campos de Sumé, Cuité, Pombal, Sousa, ampliação do de Cajazeiras. Quero abraçar a todos os filhos de São João do Rio do Peixe, a vocês, todo o meu carinho”, frisou o deputado.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Your Ad Spot